DNA Cascais PT
  
  
  
ECOSSISTEMA EMPREENDEDOR
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
Subscreva a nossa newsletter
Uma iniciativa:
28-07-2014, 05:11
  English version



23-04-2009 Green Festival 2009

A segunda edição do Green Festival regressou ao Centro de Congressos do Estoril, durante os dias 18 a 25 de Setembro, uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Cascais (CMC) e pela Green Values.

Com a Sustentabilidade como mote, o projecto pretendeu mobilizar uma vez mais a população para a importância da integração de cada um dos pilares do Desenvolvimento Sustentável no quotidiano de empresas, entidades governamentais e não-governamentais e cidadãos.

Cascais, que foi novamente palco do Green Fest, é um Concelho que tem encabeçado várias iniciativas em prol do desenvolvimento sustentável, nomeadamente através da EMAC – Empresa de Ambiente de Cascais, e das agências municipais Cascais Atlântico, Cascais Natura e Cascais Energia, que fundamentam a preservação do mar e da natureza e o aumento da eficiência energética, incluindo o recurso às energias renováveis.

De acordo com Carlos Carreiras, Vice-presidente da CMC, “depois do sucesso do Green Festival em 2008, esta grande iniciativa marcou o seu regresso ao Estoril por um período de tempo mais alargado e um reforço da oferta. Este ano demos um novo contributo e juntos colaboramos para uma mudança de comportamentos, fazendo desta forma a diferença”.

Assim, ao mesmo tempo que o festival decorre, a Autarquia promoveu iniciativas paralelas, designadamente as Jornadas da Energia, o Dia do Mar, o Dia dos Resíduos, Biodiversidade, Agenda Cascais 21 (através da Conferência Glocal 2009), peddy-papers, entre outras.
 

Carlos Carreiras no Green Festival 2008

A edição de 2009 do festival trouxe, também, novas acções temáticas, nomeadamente o Green Building (dedicada à eficiência energética, construção e energias renováveis), Green Home, (electrodomésticos e electrónica de consumo), Green Consumer (produtos de grande consumo) e Green Places (espaço dedicado às autarquias e ecoturismo). Estas vêem complementar, outras actividades já conhecidas, como o Green Thinking (workshops, seminários e cultura), Green Fun, (playground, entretenimento e sensibilização para crianças), Green People (solidariedade, saúde e bem-estar), Green Taste (alimentação saudável e mercado biológico) e Green Trends (arte, moda, decoração, tecnologia e mobilidade).

A atribuição de um prémio à presença mais sustentável durante os oitos dias do Green Fest foi a outra originalidade deste ano, que teve como galardão uma auditoria de sustentabilidade realizada gratuitamente pela Ecochoice. «Queremos desafiar os expositores a adoptarem nestes dias as melhores técnicas disponíveis, através por exemplo de stands recicláveis ou criados a partir de material reciclado, redução do consumo de matérias-primas, desenvolvimento de actividades pedagógicas, etc.»¸ revelou José Manuel Costa, presidente do Grupo GCI, membro do consórcio Green Values.

 



Agência DNA Cascais, 2013. Todos os direitos reservados. Uma iniciativa da Câmara Municipal de Cascais.

Design e Produção: Transglobal